Sermig

clique para ampliar

clique para ampliarA Arquidiocese de São Paulo realizou, na noite do dia 30 de agosto de 2017, a cerimônia de entrega da terceira edição da “Medalha São Paulo Apóstolo”, prêmio concedido pela própria Arquidiocese com o objetivo de valorizar, estimular e dinamizar a vida eclesial e pastoral na Igreja de São Paulo.

O evento, realizado no auditório das Paulinas, contou com a presença do arcebispo metropolitano, Cardeal Dom Odilo Pedro Scherer, dos bispos auxiliares, dos membros da comissão organizadora e dos contemplados nas diversas categorias da homenagem.

No dia 15 de setembro, o SERMIG - Fraternidade da Esperança te convida para participar da VIGÍLIA DE ABERTURA da 7ª Leitura Contínua da Palavra, no Arsenal da Esperança.

Os ingredientes da iniciativa – que neste ano prevê a leitura dos Livros Proféticos – são simples: um ambão com o livro sagrado, a Palavra proclamada (sem comentários) por diferentes leitores e uma assembleia reunida em escuta.

clique para ampliarDepois da VIGÍLIA DE ABERTURA, essa “corrente” de leitura da Bíblia irá tocar vários pontos da cidade e do estado de São Paulo, ao longo da semana que vai do dia 16 ao dia 23 de setembro.

Os Pontos de Leitura ainda estão sendo definidos, mas já fica o convite: chame os seus amigos para dar voz à Palavra e organize um Ponto de Leitura na sua paróquia, na sua comunidade, na sua escola, no seu lugar de trabalho e em outros ambientes onde Deus se revela e se encarna.

Como participar:
- A vigília em sua comunidade pode ter duração mínima de 40/50 minutos.
- Escolha uma data entre os dias 16 e 23 de setembro (veja o que é melhor, manhã, tarde ou noite).
- Prepare o espaço onde acontecerá a leitura.
- Convide um grupo de leitores para participar.

Quanto antes você escolher uma data (e um horário), maior a chance de prepararmos juntos um belo encontro e uma excelente leitura. Se quiser saber mais, nos procure...

Esperamos você para a VIGÍLIA DE ABERTURA no dia 15 de setembro!!!

Veja algumas fotos da edição 2016

A Biblioteca do Arsenal da Esperança nasceu praticamente junto com a casa e no início era apenas uma pequena sala de leitura, onde materiais impressos eram lidos pelos acolhidos que aguardavam o atendimento do serviço social. Com o tempo, graças ao trabalho de acolhidos e voluntários, a biblioteca tornou-se um dos pontos de referência da casa.

Esse trabalho é fundamental para os acolhidos, que ainda recebem da equipe de voluntários carinho, atenção, amizade, um olhar e ouvidos atentos àqueles que muitas vezes desabafam conosco as decepções e cansaços de um dia inteiro em que mais uma vez saíram à procura de trabalho.

Entre os leitores, existem aqueles que não foram totalmente alfabetizados e por isso é muito grande a procura de materiais como revistas, gibis e jornais, cuja leitura é mais simples, agradável e rápida. A aquisição desses materiais por parte de amigos e voluntários da casa é também um esforço que fazemos para atender aqueles que têm muita dificuldade em ler um livro inteiro. Assim, todos podem se sentir incluídos no espaço da biblioteca que cumpre justamente o papel de ser um espaço de leitura e entretenimento para essa comunidade, além de levar a informação e o conhecimento ao alcance de todos.

Hoje, nosso acervo possui a quantia de seis mil livros e nossa circulação é de em média 100 usuários por dia. Todavia, estamos com bastante dificuldade em manter nosso acervo atualizado e, por isso, estamos lançando a campanha “ADOTE A BIBLIOTECA DO ARSENAL”.

Você pode colaborar:
- Comprando um livro novo por mês e doando à biblioteca do Arsenal
- Sendo voluntário para nos ajudar a manter a biblioteca aberta todos os dias da semana.

Quer nos ajudar? Entre em contato conosco e marque uma visita. Receberemos você com o maior prazer!

Tel. (11) 2292 - 0977
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
facebook/arsenaldaesperanca

No complexo da antiga Hospedaria do Brás já se respira a atmosfera do tradicional evento multicultural organizado pelo Museu da Imigração, que acontecerá nos dias 4, 10 e 11 de junho, das 10h às 18h. Manifestações culturais, artísticas e gastronômicas de mais de 50 nacionalidades acontecerão nos espaços do Museu e do Arsenal da Esperança. Confira a programação completa

Nas instalações do Arsenal da Esperança os visitantes poderão encontrar:
- BAZAR BENEFICENTE, com muitas roupas novas e usadas, nacionais e importadas, além de calçados, acessórios e muito mais...
- RESTAURANTE com antepasto de berinjela, a deliciosa polenta e os sonhos de creme, tudo com receita italiana!
- LOJINHA com livros, gadgets, camisetas e blusas do Arsenal da Esperança.
- SEBO com ótimos livros e discos.
- E a possibilidade de VISITAR e CONHECER um pouco do trabalho do Arsenal da Esperança que diariamente acolhe 1.200 pessoas em dificuldade, entre eles muitos imigrantes e refugiados, fazendo com que a antiga Hospedaria mantenha parte de seu funcionamento original até os dias de hoje.

Observação para os fregueses habituais do BAZAR DO ARSENAL:
excepcionalmente, haverá bazar nos dias 4 (domingo), 10 e 11 de junho (sábado e domingo), das 10h às 17h, como parte da programação da Festa do Imigrante.

Nesses dias, a entrada será pela Rua Visconde de Parnaíba e será cobrado o ingresso da Festa, no valor R$ 10,00.

Uma festa que não é apenas o evento do mês. É mais uma etapa da caminhada. A 117ª Festa de Nossa Senhora de Casaluce produziu tanta coisa boa e continua na vida da comunidade e dos participantes. Hoje e sempre.

É preciso de pouco para fazer uma festa. Mas para organizar uma festa bonita e singela é necessária muita dedicação e empenho seja da famosa “Equipe de Festa” como de toda a comunidade. E quando se trata de uma comunidade pequena como a da Paróquia de Nossa Senhora de Casaluce, até a Nossa Senhora “tem que fazer a própria parte”. E nesse ano, não foi diferente!

Esta foi a segunda Festa Italiana de Casaluce que ajudei a organizar. Na verdade, posso considerá-la como se fosse a primeira, pois no ano passado cheguei na paróquia de última hora e sem nenhuma experiência para uma festa deste tamanho. Confiei na Equipe, trabalhamos juntos e deu certo. Neste ano resolvemos arriscar ainda mais: “Vamos fazer a cantina no meio da rua? Quanto será que vai custar? Vamos montar 10 caixas no salão? Será que a escola de Samba Colorado do Brás vai aceitar o nosso convite? Temos força para atrairmos novos voluntários?”

Como é possível falar para um jovem de grandes sonhos, ideais e da paciência, humildade e perseverança para alcançá-los, enquanto está segurando um iPhone 7 ou um Galaxy S8? Sem chance! Então é preciso tentar voar feito uma borboleta, e picar como uma abelha, como disse Muhammad Ali antes de seu famoso encontro com Sonny Liston, em 1964.

Naquele mesmo ano, em Turim, nascia também o SERMIG, o Serviço Missionário Jovem fundado por Ernesto e Maria Olivero. Trinta anos depois, a obra delesteria chegado ao Brasil, com o Arsenal da Esperança, que em 21 anos acolheu 54 mil pessoas em situação de rua. No coração dessa aventura – capaz de criar raízes no tempo e nos lugares dos mais de 3.400 projetos de desenvolvimento nos cinco continentes – sempre o mesmo espírito, a mesma síntese: é um dia depois do outro que muda o mundo, é a disponibilidade de realizar certos gestos que podem parecer banais, como arrumar uma cama, dobrar um cobertor, limpar um banheiro, abrir a porta para o imprevisível... Gestos fundamentais para ajudar alguém.

Caros amigos, queremos compartilhar duas datas especiais, uma internacional e outra paulistana:

No dia 13 de maio, em Pádua, na Itália, acontecerá o 5º Encontro Mundial dos Jovens da Paz: dezenas de milhares de jovens se reúnem para firmar o compromisso de continuar lutando por um mundo melhor e os adultos da política, da cultura, da economia, da espiritualidade e outros irão para escutar e para se comprometer a não deixar as esperanças morrerem.


 


O Encontro, promovido pelo SERMIG - Fraternidade da Esperança, já está na sua 5ª edição e neste ano terá tema "O ódio não nos deterá – recomecemos do amor”. Como nos outros anos, contará com a presença de jovens brasileiros.

Leia a carta de convocação de Ernesto Olivero, fundador do SERMIG, e assista ao clipe do hino oficial do Encontro Mundial dos Jovens da Paz: “Recomeço daqui”.

O sofrimento, a morte e a ressurreição de Jesus e toda a sua vida doada iluminam a história da salvação. Também este ano, orar e confessar que “Cristo ressuscitou dentre os mortos” nos permite gritar para cada homem, para cada ser vivo e para toda a criação que “o amor é mais forte que a morte”.
Veja o calendário das celebrações da Semana Santa no Arsenal da Esperança.

“...os seres humanos, capazes de tocar o fundo da degradação, podem também superar-se, voltar a escolher o bem e regenerar-se...” (Cf. Laudato Si' n. 205).

O Arsenal da Esperança busca acreditar e viver esse espírito todos os dias, em todos os setores e atividades. O trabalho diário de COLETA E TRIAGEM DE MATERIAL RECICLÁVEL é um desses setores, que não só separa e recicla mais de 30 toneladas de papel, 3,5 toneladas de plástico e 3 toneladas de alumínio por ano, mas também envolve em uma atividade permanente de educação e de ação ambiental todos os 1.200 acolhidos da casa (conheça um pouco mais desse trabalho neste vídeo, por meio das palavras de Joselito Severo).

Sábado, dia 01/04, a partir das 09h: retiro de quaresma com a Fraternidade da Esperança, aberto a todos os amigos do Arsenal da Esperança.

Tema: RECOMEÇO DAQUI
Jesus vem até nós para nos levar de volta para casa... 

Início: 9h - Término: 12h

Programação:
9h, oração das Laudes (Liturgia das Horas)
9h30, palestra
10h30, silêncio e reflexão pessoal
11h15, momento de partilha

Para os que quiserem almoçar conosco, às 12h, favor confirmar a presença: (11) 2292-0977 ou Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Local: ARSENAL DA ESPERANÇA, Rua Dr. Almeida Lima, 900 (Metrô Bresser-Mooca).

clique para ampliar

clique para ampliarJá se passou um ano desde que, em 27 de fevereiro de 2016
, recebemos a graça de caminhar junto à comunidade paroquial de Nossa Senhora de Casaluce, no bairro do Brás, no centro da cidade de São Paulo. Um ano depois, podemos dizer, com serenidade, que a novidade continua sendo não nós, e sim a Maria de Casaluce e os seus paroquianos.

Não poderia ser diferente para quem se propõe a ser animador, irmão e amigo. Cada paróquia nasce de uma história, com a própria “personalidade”, e a carrega nas costas, no próprio DNA, mesmo que as pessoas mudem e que o ambiente ao redor dela se modifique e se transforme radicalmente.

clique para ampliarUm ano não é nada. Quando uma criança completa um aninho, começa a caminhar e a dizer com dificuldade algumas palavras. Precisará por muito tempo da mãe e do pai para crescer, crescer, crescer... e quando completar os seus 18 anos, com certeza, ainda não poderá se considerar plenamente adulta ou madura. A vida é assim. Precisa de tempo para desenvolver uma personalidade, para formar um caráter e consolidar ideias autônomas. Para uma comunidade paroquial não é muito diferente. Constrói-se ano após ano, tijolo sobre tijolo.

A paróquia de Casaluce não precisa ser refundada; ela permanece com a própria “personalidade” intacta, apesar das grandes mudanças do bairro onde nasceu. Vamos procurar ser um pouco mais claros: não estamos falando mais da comunidade nascida a partir da devoção popular daquele grupo de imigrantes italianos de Aversa que a fundou em 1900, não existe mais aquela presença italiana no bairro. No lugar daqueles italianos, hoje encontramos os bolivianos, as pessoas em situação de rua, as oficinas e as lojas que vendem máquinas para a indústria, e também os evangélicos – no mesmo quarteirão está uma das maiores igrejas neopentecostais da cidade.

clique para ampliar

No filme “Perdido em Marte”,
o ator Matt Damon interpreta um astronauta que é esquecido num planeta distante da Terra após sua equipe dá-lo como morto depois de uma tempestade que cancelou a missão.

A Campanha da Fraternidade 2017, com o tema “Fraternidade: biomas brasileiros e defesa da vida” e o lema “Cultivar e guardar a criação” (Gn 2.15), alerta para o cuidado da criação e, de modo especial, dos biomas brasileiros.

O que tem a ver uma coisa com a outra?



Na tarde do dia 18
, venha participar conosco do bloco de carnaval mais lindo e significativo da cidade!

O BATUCA-BRESSER não é um bloco de carnaval comum: ele foi inventado e promovido pelA PRAÇA – iniciativa que começou com o Arsenal da Esperança e com a Paróquia Nossa Senhora Aparecida dos Ferroviários – para mostrar a todos, mas especialmente às crianças e aos adolescentes/jovens da região do Bresser-Mooca, que juntos podemos construir muitas coisas bonitas, mudar o nosso bairro e (quem sabe?) até mudar o mundo.

Este ano levaremos pelas ruas do Bresser-Mooca uma locomotiva: não a conhecida Maria Fumaça, mas a Maria Esperança! Para cantar e dançar que, neste mundo, ESTAMOS TODOS NO MESMO TREM.

É um trem que tem lugar para TODOS! A antiga locomotiva que trouxe milhões de imigrantes do mundo inteiro do porto de Santos até a antiga Hospedaria voltará a fazer barulho pelas ruas, o BARULHO DA ESPERANÇA, carregando os novos imigrantes deste planeta: TODOS NÓS! Em 2017, o Batuca-Bresser ainda tem mais uma novidade: depois de quatro anos, ele finalmente está cadastrado e reconhecido como um dos blocos oficiais da cidade de São Paulo!

Sairemos SÁBADO, dia 18 DE FEVEREIRO
Concentração: 14h30
Local: Rua Dr. Almeida Lima, 750, nA PRAÇA, antiga capela, em frente ao Museu da Imigração.
Informações: facebook.com/arsenaldaesperanca e facebook.com/aapraca

clique para ampliar

O Brasil, formado por uma enorme mistura de povos e culturas, tem muito mais tradições em sua história do que podemos imaginar apenas passando os olhos pelos acinzentados e urbanos muros de São Paulo. Uma dessas tradições é a Folia de Reis, presente em todo o país, que representa a visita dos Reis Magos ao Menino Jesus e que é também uma grande devoção ao presépio e ao que ele significa.

No último dia 6 de janeiro, a "Folia de Reis de Todos os Santos de Osasco fez sua apresentação mais significativa: o encerramento de um ciclo de 7 anos. Significativo também foi o fato de essa apresentação ter acontecido justamente no Arsenal Da Esperança que, assim como o Brasil, também é formado por um encontro de muitos povos e muitas culturas. E viva o Menino Jesus!!!